26 março 2008

A Miséria Nua e Crua

Imagem meramente ilustrativa


Quando o Sol nasce, nasce para todos. Mas nem sempre a condição social é eqüitativa para todas as pessoas. A história que vou lhes contar agora é real e acontece aqui, na minha cidade, (Colonia Leopoldina-AL).

Na semana da páscoa, num dia de chuva, saí para passear com uns amigos, ou porque não dizer, aventurar, já que subimos e descemos serras em meio a lama e a chuva. Até ai tudo bem, era só alegria e descontração. Mas na volta para casa, escolhemos um outro caminho e nele me deparei com uma paisagem muito lamentável, de partir o coração.

Nas margens do caminho pelo qual voltamos se encontra o deposito de lixo da cidade. E o pior de tudo, é que familias moram ali, entre ratos, urubus e um mau cheiro insuportável. O que vi me levou a pensar... Em plena páscoa, enquanto uns comem peixe e bebem vinho, pessoas vivem na miséria, sem esperança de dias melhores. Aquilo me emocionou e ao mesmo tempo me causou um sentimento de revolta contra os governantes desse imenso país e desta cidade. Será que ninguém ligado ao governo se compadece com àquelas familias? Será que nada pode ser feito pra tirar àquelas pessoas de lá e oferecer uma vida melhor?

Voltei para casa, e aquelas pessoas não saíam da minha cabeça. Meu Deus, quanto individualismo existe no mundo, eu pensava. Lembrei-me de uma música que diz: "O que é bom é para si e o que sobra é do outro" (Racionais MC's). No caso daquelas pessoas, o que sobra é o lixo e a esperança limita-se a conseguir algo para comer no dia seguinte. Que Deus tenha piedade dessas pessoas...

Por alguns dias estive pensando em compartilhar essa minha experiência com vocês, mas só agora resolvi fazer. Espero que essa realidade que não é a sua, caro leitor, sirva de alguma forma para lhe sensibilizar e o motivar a escolher melhor seus governantes.

Até à próxima!

4 comentários:

Everson disse...

Pimentel estive aí, passei perto desse lixão e também fiquei abismado com tanta pobreza, também espero que as pessoas sejam mais conscientes nesse mundo, enquanto mtas desperdiçam comida, outras não tem nem o que comer, ou que se vestir.

thamyres disse...

Gostei muito do que vc escreveu !que bom que resolvel compartilha disso com outraz pessoas ..as quais vão se permiti olhar um pouco mais além de seus proprios problemas e tomar conciência de que coisas bm piores acontecem na vastidão do mundo ...Pois vc já ficou abismado com o que viu ai em colonia magina só vc o que há por ai nos outros lugares ,nas grandes cidades .
nunca devemos só olhar falar ...isso só não basta temos que ter atitudes!
coisa que poucas pessoas tem

gostei do tema ...parabéns

Flavio Pimentel disse...

obrigado thamyres.. seja bem vinda ao In Comum! São comentários como o seu que nos motiva a continuar, sempre visando o melhor.. até à próxima!

mundo ideal disse...

olha e muito triste tudo isso a ceu aberto,nao passa de uma grande vergonha,para nossa jente